fbpx

Recentemente trouxemos uma questão muito importante para discussão: a saúde e segurança (SSO) de nossos trabalhadores.

Dados apontam que ainda faltam medidas para que a situação do colaborador no Brasil melhore.

A 45001:2018 é uma norma que tem o objetivo de fornecer uma estrutura para gerenciar riscos e oportunidades de SSO, a fim de prevenir lesões e problemas relacionados ao trabalho e proporcionar locais seguros e saudáveis aos seus colaboradores.

Veja alguns dos principais pontos trabalhados por esta norma

1º CONSULTA E PARTICIPAÇÃO DE TRABALHADORES

Fator chave para o sucesso de um sistema de gestão de SSO, a organização deve determinar uma sistemática para que haja uma comunicação bidirecional a fim de encorajar os colaboradores a darem sugestões e relatarem situações perigosas, sem que haja represálias ou ameaças de demissão.

2ª IDENTIFICAÇÃO DE PERIGOS, RISCOS E OPORTUNIDADES DE SSO

Identificação de perigos ajuda a organização a reconhecer e compreender os perigos do local de trabalho, a fim de avaliar, priorizar e eliminar os perigos e reduzir os riscos de SSO.

Os perigos podem ser físicos, químicos, biológicos, psicossociais, mecânicos, elétricos ou com base em movimentos e energia.

E lembre-se perigo não é sinônimo de risco.

Para isso sua organização deve determinar um critério para priorização dos riscos e oportunidades e, assim, estabelecer um plano de ação para tratar cada item significativo.

Veja como podemos ajudar a sua empresa a certificar na ISO 45001

Falar com especialista em ISO 45001

3º LEVANTAMENTO E CUMPRIMENTO DE REQUISITOS LEGAIS E OUTROS REQUISITOS

Independente da norma, por se tratar de legislação este levantamento e cumprimento é obrigatório por todas as organizações.

Porém, vimos que um dos pontos levantados como falhos no Brasil é a falta de fiscalização, portanto a implantação da 45001 vem para reforçar a esta necessidade que garante a segurança dos colaboradores.

As Normas Regulamentadoras, ou também conhecidas NRs, são essenciais às práticas de segurança nas empresas dos diferentes setores.

Segue algumas das principais NR’s: NR 4 (SESMT); NR 5 (CIPA); NR 6 (EPI); NR 7 (PCMSO); NR 9 (PPRA), NR 17 (Ergonomia), dentre outras.

4ª ELIMINAÇÃO DE PERIGOS E REDUÇÃO DE RISCOS DE SSO

A hierarquia de controles destina-se a fornecer uma abordagem sistemática para melhorar a saúde e segurança ocupacional, eliminar perigos e reduzir ou controlar os riscos de SSO.

É comum combinar vários controles para ter sucesso na redução dos riscos de SSO a um nível tão baixo quanto razoavelmente praticável.

Medidas de controle podem ser: eliminar o perigo, substituir por menos perigoso, determinar controles de engenharia, determinar controles administrativos e fornecer equipamentos de proteção individual adequados.

5º DETERMINAR UMA POLÍTICA E OBJETIVOS DE SSO

Ao determinar uma politica de SSO sua organização declara formalmente para as partes interessadas qual são suas intenções em melhorar o desempenho de SSO de sua organização.

Além disso, provê uma estrutura para criar objetivos de SSO, que podem ser estratégicos, táticos ou operacionais, além de relacionados aos riscos e oportunidades levantados, garantindo assim objetivos coerentes e que trarão resultados de desempenho satisfatórios ao sistema de gestão de SSO da organização.

Veja como podemos ajudar a sua empresa certificar na ISO 45001

Falar com especialista em ISO 45001