Dia Mundial do Meio Ambiente Convidamos todas as Organizações a refletirem o estilo de ações e seus impactos ambientais gerados

Publicação: 05/06/2018

Hoje, 05 de maio, comemoramos o Dia Mundial do Meio Ambiente. Esta dada é celebrada desde a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano que foi realizada no ano de 1972, em Estocolmo, pela Organização das Nações Unidas (ONU). A QUALTEC aproveita a data comemorativa para chamar a atenção de todos sobre a necessidade de resguardar o meio ambiente e buscar práticas de desenvolvimento sustentável.

Atualmente, tem se tornado cada vez mais evidente a preocupação e necessidade das empresas em proteger o meio ambiente quanto à pressão causada pelos impactos ambientais ocasionados por suas atividades. A expansão e desenvolvimento das atividades, em especial as atividades industriais, vem sempre acompanhada de impactos ambientais como, por exemplo, a destruição dos habitats naturais, poluição de grandes áreas, perda de biodiversidade na fauna e flora nacional, esgotamento de recursos naturais, entre outros impactos resultantes do processo produtivo dessas empresas.

Para 2018, a ONU Meio Ambiente listou as principais ameaças ambientais que precisarão ser enfrentadas este ano. São elas:

  • - Ameaça aos recifes de corais: três quartos dos recifes de corais do mundo estão em risco por motivos que vão desde espécies invasoras à acidificação do oceano e poluição por protetores solares.
  • - Poluição por plástico: um grande foco será dado este ano no sentido de combater a poluição por plástico e promover o uso de alternativas sustentáveis. Este ano, o tema do dia mundial do meio ambiente escolhido pela ONU foi AcabeComAPoluiçãoPlástica, a data soma esforços à campanha MaresLimpos da ONU Meio Ambiente para combater o lixo marinho e mobilizar todos os setores da sociedade global no enfrentamento deste problema, que se não for solucionado, poderá resultar em mais plástico do que peixes nos oceanos até 2050. No Brasil relacionado ao tema temos tidos avanços em relação à legislação ligada ao Gerenciamento de resíduos. Desde a publicação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei Federal 12.305/2010), juntamente com o decreto 9.177/2017, o Ministério do Meio Ambiente tem trabalhado para diminuir e gerir melhor os danos causados pelo consumo excessivo, tornando obrigatória a logística reversa na Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).  Para dar forças à PNRS, em abril deste ano, a CETESB publicou um procedimento para incorporação da logística reversa no âmbito do licenciamento ambiental.
  • - Compromissos do mundo dos esportes com a sustentabilidade: de todos os compromissos que eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas se comprometem, o legado ambiental é o que mais sai perdendo. Com eventos esportivos grandes ocorrendo em 2018, compromissos de sustentabilidade e proteção ambiental devem ser colocados em prática por importantes organizações esportivas.
  • - Meio ambiente e migração: a comunidade internacional irá se reunir em Marrocos para tentar fechar um novo pacto para migrantes e refugiados. As mudanças climáticas e a degradação ambiental já foram oficialmente reconhecidas como impulsionadores da migração, fato corroborado pelos desastres relacionados ao clima.
  • - As cidades e as mudanças climáticas: A discussão de como as cidades do mundo podem liderar a redução da emissão de gases do efeito estufa e desenvolver formas inovadoras de se adaptar às mudanças climáticas ganhou maior relevância a partir da constatação de que não seria mais possível mitigar com eficiência todos os efeitos do aumento dos gases estufa na atmosfera. A ampliação da concentração da população mundial nas cidades traz grandes desafios e, também, oportunidades para os planejadores e gestores públicos que vivenciam uma demanda crescente por políticas ambientais urbanas integradas.
  • - Grandes Felinos: leões, tigres, leopardos, onças, jaguares, pumas e linces estão sofrendo várias ameaças, inclusive o risco de extinção, por conta da ação do homem, como desmatamento, conflitos regionais, destruições dos ambientes naturais e caça ilegal. A ONU destaca que as populações de tigre diminuíram cerca de 95% nos últimos 100 anos, enquanto o número de leões africanos teve redução de 40% em apenas 20 anos.

Em razão da dimensão dos impactos ambientais gerados pelas atividades do homem, nós da QUALTEC convidamos você a refletir sobre o estilo de vida que leva, a maneira como sua empresa produz e as possibilidades (que são inúmeras) de como você pode continuar a “crescer” mudando pequenos detalhes a fim de proteger o nosso planeta. Pense verde!

 

 

(+) Mais Notícias

Agenda de treinamentos

© Copyright 2016 - 2018. Todos os direitos reservados - #MadeWithFeeling